< voltar

Quantas linhas são necessárias para contar uma história?

Giuliano Martinuzzo

De 16/01/2020 a 09/02/2020

A arte de Giuliano Martinuzzo convida o apreciador a um universo de composições que explora a complexidade e conexão da mente humana. Em sua exposição na Casa Tegra, ele registrou o encontro do abstrato com a natureza, em um traçado misterioso e subliminar. Sua obra é leve, fluida e se expressa através de curvas, nas formas orgânicas mais elementares. Um convite ao inconsciente, às origens da vida e do pensamento.

Paulistano de São Caetano do Sul, a ascensão artística de Giuliano vem de um caminho turbulento e nada convencional permeado entre a sede por criar, formação inicial em design de interiores e o contato com novos arquitetos. Passou a desenvolver arte em paredes de amigos próximos a grandes nomes da arquitetura nacional, participando paulatinamente de exposições coletivas em galerias brasileiras e internacionais e mostras de decoração até ser conquistado reconhecido pela sua técnica e poética peculiar e minimalista. Atualmente tem sua obra exposta em grandes cidades como São Paulo, Nova York, Los Angeles, Viena, Paris, Londres, entre outras.